2018/02/06

Era Uma Vez Um Verde Olhar



Que vagueava sem em nada se deter
Era um olhar livre que tudo via sem em nada se perder
Quando de repente outro olhar vagante encontrou em seu vaguear
Os olhares fixaram-se... esquivaram-se... e sem nada o prever os olhares acabaram por se enlear
E foi assim que dois olhares livres e perdidos se encontraram e fecharam na prisão que acabou por os encarcerar...