2014/09/02

Porque Hoje Poderia Ser Eu...


O seu corpo cansado,
Despido de tudo,
Vazio de sentido,
Preenchido dum grito mudo!
Encosta-o à parede,
Deixando-se ficar…
Desfalece lentamente,
Deixando-o deslizar!
Indiferente a quem passa,
Na indiferença de quem vai a passar…
Na esquina da Vida
Sozinha deixa-se quedar!
Não lhe importam os olhares,
Nem tão pouco a sua falta!
Não lhe interessa a indiferença,
Nem tão pouco a revolta!
Tudo o que quer é descobrir-se!
Viver sem se sentir perdida,
Destruir os medos, os receios, as angústias...
Encontrar-se na esquina da Vida!



Not Now - Talantbek Chekirov

Green Eyes - 2010