2014/09/16

O Sorriso!

Era uma vez um Sorriso
Um Sorriso que brilhava
Era uma vez um Sorriso
Um Sorriso que incomodava...

Era uma vez um Sorriso
Que uns olhos verdes mostrava
Era um Sorriso brilhante
Que a sua dona orgulhosa ostentava...

Era uma vez um Sorriso
Um Sorriso que foi escondido
Era uma vez um Sorriso
Que por causa da maldade foi perdido!!

Green Eyes

2014/09/02

Porque Hoje Poderia Ser Eu...


O seu corpo cansado,
Despido de tudo,
Vazio de sentido,
Preenchido dum grito mudo!
Encosta-o à parede,
Deixando-se ficar…
Desfalece lentamente,
Deixando-o deslizar!
Indiferente a quem passa,
Na indiferença de quem vai a passar…
Na esquina da Vida
Sozinha deixa-se quedar!
Não lhe importam os olhares,
Nem tão pouco a sua falta!
Não lhe interessa a indiferença,
Nem tão pouco a revolta!
Tudo o que quer é descobrir-se!
Viver sem se sentir perdida,
Destruir os medos, os receios, as angústias...
Encontrar-se na esquina da Vida!



Not Now - Talantbek Chekirov

Green Eyes - 2010