2012/10/29

Cansada de se esconder dele…

Ela saiu do seu esconderijo!
Estava farta de ali estar,
O que de início lhe pareceu um lugar calmo, sossegado, longe de tudo e todos, tornou-se rapidamente num lugar abafador, sufocante, castrador…
Maldizendo-se uma e outra vez libertou-se das amarras que a prendiam. Não poderia fechar-se longe do mundo só porque ele se poderia magoar!
Não o conhece, nunca se deu a conhecer, por que raio a quereria ele amar?!
Indagando-se sobre os motivos que o levaram a cobrar-lhe um amor, vai-se libertando dos grilhões com que se auto aprisionou. Questiona-se como pode alguém amar quem nunca viu ou conheceu?!
Não sabe responder, nunca soube, tal como nunca soube o porquê de despertar tais amores, paixões ou ilusões…
De qualquer modo já não lhe interessam as respostas, tudo o que lhe interessa é a liberdade de voltar a poder estar onde quer, quando quer e como quer!
Ter a liberdade, de se não esconder, para quando lhe apetece!