2012/07/01

Tenho saudades (algumas) de receber flores de "um desconhecido"!

É das coisas de que sinto (alguma) falta desde que mudei de local (físico) de trabalho, de receber flores sem saber quem era o seu remetente...
Agora recebo (quase) todos os dias um miminho dos colegas.
É quase a mesma coisa, mas não é a mesma coisa...
De repente chego à secretária e lá está mais uma novidade! 
São palavras de carinho, porque me acham triste, escritas num post-it, um sapito porque sabem que me faz sorrir, uma boneca porque é a minha cara, um chocolate porque tal como eu é um doce, e por aí afora...
Tudo é pretexto para me presentearem, porque estou feliz, porque estou triste, porque não sorri, porque me ri, porque sim, porque não... 
E eu vou colecionando-os como se de tesouros se tratassem...
Gosto deste jogo de tentar descobrir quem foi, mas sinto saudades de receber flores sem saber quem é o seu remetente...

De receber flores de alguém que apenas me via uma ou duas vezes... 
Deste jogo de conquista, desta espécie de engate...
Sim... eu sei... manias... enfim... coisas de Green Eyes...