2012/03/01

Há mais de 1 mês que estamos juntos!

Esta nossa relação não foi uma relação apetecida... ok, também não foi completamente uma relação forçada... digamos que foi assim algo do género - “tinha que ser”!
Eu nem sou muito de me agarrar a este tipo de relações, mas tenho de te confessar que foi amor à primeira vista! Foi uma paixão que, ao contrário de outras que vou tendo e que duram apenas horas, foi crescendo de dia para dia conforme te ia conhecendo melhor!
Mal me mostraram a tua foto, no início de Setembro de 2011, fiquei encantada - “é este que eu quero para mim” - foi logo a minha reação!
Mesmo depois de todos os argumentos contra a nossa ligação eu insisti, “é este”. “Não me importo de esperar que ele venha para Portugal”, “Não me importo de esperar porque o quero deste modo e não de outro”... “Não me importo de esperar e pronto”!
Fiquei ainda mais encantada quando conheci um dos teus irmãos.
Adorei!
Simplesmente lindo!
Adorei o encontro com ele e quando me disseram que tu ainda eras melhor fiquei logo ansiosa que chegasses a Portugal para te poder ver, tocar, interagir contigo!
Eu sei que quando, finalmente, nos encontrámos frente a frente eu tremi, mas tu sabes que era um misto de paixão e medo! Medo de que não nos entendêssemos, de não te conseguir compreender, medo de que não nos adaptássemos.
Inicialmente ainda nos chateámos um bocadinho, afinal eu não estava habituada a tanta interação neste tipo de relações.
Eu queria meter e tu insistias que não! Eu queria mais velocidade e tu sempre a avisar do piso escorregadio! Qualquer momento meu de distração era logo por ti reclamado, querias logo a atenção toda para ti!
Enfim, com o tempo lá me fui habituando e atrevo-me até a dizer que até já sou eu que comando mais, que tenho esta nossa relação controlada, mas sempre sabendo que tu também tens vontades que eu aprendi a respeitar!
Como eu adoro os comentários dos nossos amigos, dos passantes, da família a esta nossa relação, dizem que fomos feitos um para o outro, que tu és “a minha cara” – “forte e maneirinho como eu”!
Espero que esta relação dure por muito tempo, afinal apesar de tudo eu torno-me muito fiel neste tipo de relações... além disso até foste um investimento assim a modos que elevadito para os tempos que correm...
Ando encantada por ti, pelas tuas formas, pela tua cor, pelo teu roncar baixinho... [pena ter tão pouco tempo para o nosso namoro...]
Eu Kia... consegui... agora Rio!