2012/01/10

Eu Olho-As Com Um Sorriso Nos Lábios...


Sabem aquelas pessoas que aproveitam a deixa de tudo o que dizemos para poderem falar delas?
Pois...
É mais ou menos uma coisa deste género:

Alguém diz - ai, a mim hoje doem-me as costas... e essas pessoas começam logo a desbobinar as lamurias delas, que elas é que têm mil e uma doenças, que sofrem desalmadamente e coisa e tal, sem sequer perguntarem ao outro, por exemplo, o porquê de lhes doerem as costas...

Alguém diz - sabes, eu hoje fui às compras e comprei um vestido... e essas pessoas começam logo a dizer que elas é que ficam bem de vestido, que todos lhes gostam de ver vestidos e blá, blá, blá, pipipi, tititi, pópópó...

Pois, elas existem por todo lado...

Um destes dias estava eu a ouvir atentamente um colega que lhe apetecia desabafar... apetecia-lhe que o ouvissem, também é uma forma de libertação das vicissitudes da vida, quando nos aparece um espécime destes... coitado não conseguiu abrir mais a boca... lá tive eu de o ir arrastando disfarçadamente (o que nem me custou muito, não sei se da força com que o arrastei, se da vontade que ele tinha de  por mim ser arrastado...) para outro lado e a caturra lá ficou a auto-elogiar-se, lamuriar-se e sei lá mais o quê... nem se apercebeu de que ficou sozinha...

Enfim...
Parece-me que ouvirem os outros de vez em quando (não se lhes podem pedir mudanças radicais de comportamento...) não seria mau, nem lhes faria mal...
Mas isto sou eu que... de vez em quando tenho crises de pretensa lucidez...