2011/12/09

Provocação?!


Ela caminha, em passos apressados, pelo corredor.
Vai absorta nos seus pensamentos, pensa mil e uma coisas enquanto sorri de olhar perdido.
Caminha de sorriso nos lábios, como é seu hábito, que apenas interrompe para debicar um pacote de cajus.
Ele, passos apressados, caminha em direcção a ela de sorriso maroto nos lábios e de olhar matreiro.
Param um frente ao outro.
Ele porque lhe apetece, ela porque ele lhe barra a passagem.
Ele de olhar ainda mais matreiro, sorriso mais travesso, diz-lhe enquanto lhe lança um olhar sobre a parte das pernas deixadas a descoberto pelo calção curto e botas de cano alto:
- Hum… estás tão apetecível, apetecia-me mesmo roubar-te e…
Ela interrompe-o e questiona-o sorrindo, disfarçando o rubor:
- Os cajus?
Não espera pela resposta, nunca espera, dribla-o rapidamente, mas ainda consegue ver-lhe, pelo canto do olho, o olhar confundido.
Um dia… um dia esquece todas as suas certezas e deixa que um ele acabe a frase… pensa enquanto ouve ao longe o soar da gargalhada que ele dá!