2011/11/09

Green Eyes! (My special day)


Verdes são meus olhos
Diáfano é o meu olhar
De tudo o que me rodeia
Não me canso de fitar
Embacia-se com a tristeza
Reluz com a alegria
É sempre cristalino e translúcido
Quer seja de noite ou de dia
Verdes são meus olhos
Com pigmentos de outras cores
Já vi, senti e fiz nascer
Por eles muitos amores
Meus olhos verdes são
Verdes hão-de morrer
Dão-me imensas alegrias
E mudam-me o sofrer
São verdes os meus olhos
E por eles podes entrar
Se olhares bem em meus olhos
Ao meu coração vais parar
Meus olhos verdes
Outros buscam sem cessar
Não importa a sua cor
Apenas o seu olhar
Amar, contemplar e sonhar
Gosto e tento conseguir
A tristeza eu quero transformar
Com meus olhos verdes sempre a sorrir
Ao falar dos meus verdes olhos
De tudo me estou a pronunciar
Tenho o prazer de com eles ver
E me deixar penetrar
Não invejes meus olhos
Os teus não vou invejar
Se os olhos são o espelho da alma
Aqui a minha te deixo perscrutar…