2011/01/18

Rendi-Me...


Senti-te chegar de mansinho...
Encontraste-me já deitada...
Eram 4 h da manhã...
Lia um livro...
Devorava as suas páginas quando te pressenti a meu lado...
Senti a brisa do teu sopro... 
Aquele sopro que me seduz...
O único capaz de me deixar rendida a ti...
Afastei-te de mim abanando a cabeça...
Toquei-te com os meus cabelos...
Sentiste como estão mais longos desde a última vez que me tentaste assim?
Voltei a dar atenção ao livro...
Senti de novo o teu toque...
Aquele toque tão leve mas que me envolve loucamente...
Que me faz sentir que perco o controlo do meu corpo...
Da minha mente...
Não... sussurrei... não me leves já... deixa-me mais um bocadinho com o livro... tal como tu também ele me seduz...
Mas tu insististe...
Voltaste a me enlouquecer...
A me arrebatar...
A me seduzir...
A roubar-me todas as minhas armas...
Senti os meus olhos pesados...
Deixei o livro cair a meu lado...
Entreguei o meu corpo à tua mercê...
Deixei-o pender para o lado... 
Fechei os olhos...
Esvaziei a mente para te receber...
Murmurei-te, com voz rouca, palavras quase desfalecidas...

Rendo-me...
Leva-me em teus braços Morfeu...

En Brazos de Morfeo - Jose Aguilar