2010/09/23

O Meu Momento de Insanidade!


Sinceramente não sei se foi um momento de insanidade ou se a insanidade é permanente  em mim e os momentos de sanidade, esses sim, são passageiros! 
Não interessa, se calhar é uma coisa colectiva...
Ontem naquela viagem de cerca de 50 km de montanha, em que os únicos animais que se vêm são vacas, cavalos, ovelhas e pássaros, senti-me completamente insana, não pela paisagem mas pelo que me aconteceu!
Enquanto conduzia ia ouvindo a RFM - a única emissora de rádio que se consegue impor às emissoras espanholas naquela zona - quando começou uma música de que gosto bastante, Hallelujah [a versão era a de uma voz feminina, mas a minha preferida dentre as milhentas versões que existem é a do John Cale]. Instintivamente aumentei o som [altos berros] e comecei a gritar a letra - sim, é isso gritar, não sei cantar - enchi-me de coragem, força e gritei as palavras, senti-as, libertei-me, emocionei-me de tal modo que as lágrimas escorreram-me livremente pelo rosto! 
Não sei se foi da letra, da melodia, da paz do momento, da solidão momentânea, de tudo o que guardo dentro de mim, [causa dos pequenos toques que me vão dando e que penso que não me fazem mossa, mas que, afinal, me vão machucando...] apenas sei que me senti livre e ao mesmo tempo vazia, ridícula!
Quando a música acabou apenas um pensamento me passou pela cabeça...

Hoje queria tanto um Shrek na minha vida!!


Se isto não é insanidade... não sei o que será...