2010/06/30

Já Te Disse... Não Quero!!!


Ele - Queres?

Ela - Não!

Ele - Queres pois... eu sei que queres!

Ela - Não, não quero! "n", "til", "a", "o"... é assim tão difícil de entender??!!

Ele - Ora, deixa-te de coisas... todas as pessoas gostam, especialmente as mulheres - (sorrisinho aparvalhado)

Ela - Pois, se calhar eu não sou uma mulher como as outras... com sorte nem pessoa sou...

Ele - Mas eu vejo que queres, os teus olhos até brilham só de me ouvir perguntar! Anda lá, prova só um bocadinho, vais ver que depois não resistes mais, quando se começa dificilmente se deixa... É viciante, o sabor, a textura, os arrepios que provoca, a sensação de prazer que sentes enquanto o fazes... anda lá, experimenta!

Ela - Ó pá, cala-te! Já te disse, não quero a porcaria do gelado!!

2010/06/29

Brinca Comigo! Define-Me Numa Frase, Numa Palavra!


Estava eu, Green Eyes, num certo local à espera da minha vez e, como é usual, onde há crianças lá começo eu, Green Eyes, a "meter-me" com elas!
Piscadela para um; careta para outro; beijinho voado para um outro e por aí afora...
Neste namoro aproximou-se de mim uma menina que queria um vestido igual ao meu!
A menina chamava-se Ana e junto com ela vieram o irmão e outros miúdos.
De repente estava um pequeno grupo de miúdos “de volta de mim” no cavaqueio…

Conta-me uma história – pedia um; sabes o que faz o meu pai – dizia outro; quero ir para o teu colinho - dizia uma pequenina; brinca comigo – pediu um deles.

Foi a minha deixa
Tinha de tentar, de alguma forma, pôr ordem naquela pequena confusão…

Green Eyes – E brincamos a quê?

Pode ser ao “define-me” – respondeu um dos maiorezinhos!

Green Eyes – Ok, e como se joga?

Miúdo – É assim, dizemos uma coisa sobre os outros, por exemplo, eu digo que tu és uma borboleta porque tens roupa às cores e os olhos muito verdes e depois vamos dizendo uns dos outros.

Green Eyes – Concordam todos?

Siiiiimmmm – Coro de vozes super entusiasmadas e caras sorridentes!

E lá estivemos* na brincadeira durante os “malditos” minutos que temos de esperar nestes locais…


Agora Apetece-me, muito, brincar...
Queres brincar comigo?
Define-me numa frase, numa palavra…



* alguns adultos entraram na brincadeira...

2010/06/28

Uma Voz Tão Sensual Mas...


Para se poder perceber este meu início de texto vou contar o que se passou...

O modem da internet da Miss Green Eyes pifou, morreu, cessou, foi-se... 
Estava uma manhã tão linda, tão serena, que nada fazia prever que de repente trovejasse!
Mas de repente ribombou de tal modo que a Miss Green Eyes só já ouviu boom e um paque no modem e a escuridão abateu-se sobre ela!  
Sobre a internet e sobre a Miss Green Eyes...

Ora neste caso o que havia a fazer era ligar para o centro de apoio a clientes e, se melhor o pensou melhor o fez!

Após as apresentações iniciais, as "da voz sensual" que atendeu Miss Green Eyes e que a deixou ligeiramente, só mesmo ligeiramente, encantada, e a do problema do modem de Miss Green Eyes, diz-lhe a:

"Voz sensual" - Como eu não estou a perceber bem o problema mande-me um email para este endereço...

Miss Green Eyes - Pois... mandar eu mandava, mas o meu problema é esse mesmo... não tenho internet...

(...)

Tãããoooo sensual, tãããoooo simpático, tãããoooo prestável, mas tãããoooo distraído...


A desculpa esfarrapada da "voz sensual" é de que também ela, "a voz sensual", se encantou com a voz deste lado, sim essa mesma, a de Miss Green Eyes, o que a, à "voz sensual", baralhou ligeiramente...
Sim, sim... conta-me histórias... ;)

2010/06/24

Como “Assustar” Um Massagista!!


Não, não estou a falar de chegar lá e, ao me “despir”, o moço dar-lhe um choque anafilático – também conhecido por alergia a aspectos físicos menos agradáveis… (espero que ninguém estivesse a pensar isto, vá não pensem… não… por favor… vá lá... façam o favorzinho aqui à Green Eyes…;))

Também não estou a falar de chegar lá e, ao me “despir”, o moço dar-lhe uma síncope – também conhecido por desmaio quando se vê aspectos físicos extremamente agradáveis… (é agora que devem pensar que foi isto… força… vá lá... não custa nada…;))

Mas não, não foi nada disto, foi mais um dos meus disparates! (pensei em colocar aqui um link para um post dos meus disparates, mas como 80% deste blogue é constituído disso,  dos meus disparates, eram links em exagero…)

Então, o que se passou foi isto:

Fui fazer uma massagem (um presente de alguém para mim) o ritual é quase sempre o mesmo (ver post “À Luz das Velas, ao Som de “Cool Jazz” e com cheiro a Canela!”, foi tudo muito parecido, apenas o moço era outro e em vez de “barriguinha para baixo” foi “rabiosque para cima”… pormenores!)

Estávamos "tão entretidos" neste sobe/desce; aperta/desaperta; sobe/desce; amassa/desamassa; glúteo/panturilha; panturrilha/glúteo e por aí afora, que eu fui entrando em transe – também conhecido por quase a dormir!
Neste estado de quase “bela adormecida” (mais adormecida do que bela...) sonhei!
Sonhei que estava numa praia deserta a fazer surf! Logo eu que nem nadar sei e nem num triciclo me equilibro…
Mas pronto, sonho é sonho…
Então, lá andava eu a cortar ondas quando de repente vejo um tubarão! (claro, há sempre algo/alguém que vem estragar a “festa”!)
Dei um grito, de tal modo sonoro, e um salto na marquesa que o moço até se assustou!!
Assustou-se de tal forma que gritou também e ficou com cara de pânico – também conhecido por “Credo! Que deu à moça?! Que fiz eu?!”...

Ora bem, o resto da cena… imaginem…



(Pobres das senhoras que estavam na recepção... a cara delas de desaprovação quando eu saí... o que lhes passaria pelas cabecinhas... hum...)

2010/06/23

De Repente Senti-Me Rejeitada...


Depois da reacção inicial, aquela que temos assim "a quente", reflecti!
Sim que eu nestas coisas e noutras gosto de reflexionar...

Conclusões/reflexões de Green Eyes :
  • Eu não fui rejeitada! - nem era suposto estar incluída...
  • Eu nem estou assim tão incomodada com a suposta rejeição! - nem sou eu quem perde...
  • Eu sou orgulhosa! - que se lixe...
  • Eu não mendigo atenções! - pudera... é do orgulho...
  • Eu tenho mais com que me preocupar na minha agitada vidinha! - sem mais comentários...
E por fim  a melhor das minhas conclusões...

Hás-de cá vir... ;)


2010/06/22

Para A Tristeza...



Por vezes a tristeza invade-me! 
Entra em mim e possuí-me de tal modo que a sinto nas entranhas do meu Ser! 
Não me leva o sorriso dos lábios, 
Leva-me o brilho do olhar, a vontade de viver!

Não a deixo ficar, 
Expulso-a veemente! 
Não gosto de a ter por muito tempo, 
Encaro-a, sempre, de frente!

Vai-te, larga-me, 
Não gosto de ti, és um desalento! 
Deixa-me ficar só, 
Tolero-te de vez em quando, mas por muito não te aguento!

Deixa-me ficar no marasmo, 
Prefiro-o do que sentir-te em mim a me possuir! 
Prefiro a apatia, a indiferença, 
E o sonhar que vou voltar ao estado de entusiasmo e de olhar a sorrir… 


("Coisa" escrita não sei quando, mas que encontrei no meio de uns papéis e antes de rasgar...
Há coincidências estranhas... ou então não...)

2010/06/20

Do Kapikua Para Green Eyes!!


Kapikuando...

Estranho mundo este
onde coabitamos...
nunca nos vimos,
nunca nos ouvimos,
mas partilhamos gostos,
sentimentos, emoções...

Estranho mundo este
onde o real e o ilusório
se confundem
sem que isso nos perturbe

estranho mundo este
em que laços fortes se criam
apenas pela força da palavra escrita...

Estranho mundo este...

Foi neste estranho mundo
que te conheci
e que me deixei encantar
pela beleza desse teu verde olhar
e pela forma como,
através dele,
vês o mundo as pessoas e as emoções...

Estranho mundo este
que me fez ter a noção
que um dia ao passar por ti
te reconhecerei...

Beijo GRANDE!!!!!!!!!


(acho que te vou reconhecer pela forma como o teu olho verde me vai ofuscar impedindo-me de observar as tuas pernas debaixo da mini-saia, passando dessa forma o timming correcto para te mandar um piropo de andaime!!!! :) )



- Este poema foi a resposta do Kapikua a este "pedido em forma de poema" de Green Eyes, obrigada ;)
A parte entre parêntesis tem a ver com o facto de eu gostar de mini-saias e ter feito vários posts sobre piropos...  

2010/06/19

Hoje Estou Assim...



Cansada, mas tão cansada de...


 Vou deixar-me estar assim...



Todo dia!

2010/06/18

Gosto Deste Blog E Por Isso Aceitei…


Fazer o “desafio”!
Estou a falar do blogue da Aninhas, do “Raíz de Pensamentos!!!”. 
Gosto do blog e da sua autora! Por isso, por gostar, aceitei voltar a responder a este “desafio”! 

O “desafio” consiste em dizer 6 coisas que ainda não sabem sobre mim. 
Não é fácil… Mas, de qualquer modo, aqui vai: 

  1. Detesto falar para plateias, grandes ou pequenas! Sinto-me “aterrorizada”, deixo de ver e de ouvir, mas, estranhamente, ou não, faço-o de tal forma que todos acham que eu adoro fazê-lo! 

  2. Tenho cócegas nos pés e nas orelhas! 

  3. Sou muito vaidosa profissionalmente! Gosto de ser reconhecida pelo meu profissionalismo!

  4. Gosto mais de ver filmes em casa do que no cinema! Em casa posso parar o filme, andar para trás ou para a frente quando me apetece, "falar" com os personagens, rir, chorar, ver, rever... em suma "controlar" o filme! 

  5. Fecho a porta de casa e coloco a chave pelo lado de fora! (Esta não explico… ;)) 

  6. Gosto que me “pipoquem”! 

Aninhas, eu sei que agora deveria "passar" o "desafio", mas eu tenho um "petit problème" com isso... por isso ficamos por aqui... ;)

2010/06/16

E Eu É Que Sou "Uma Mulher Estranha"?!


Por volta das 10h00 da manhã.

Sms do Nuno – Hello :) Tutti? Va bene? ;)

Sms de Green Eyes – Oi, Nop… Tou bué mal… :(

Sms do Nuno – Ok :) Beijos ;)

....................

Por volta das 15h00 da tarde, do mesmo dia.

Sms do Nuno – Hello :) Tás boa? ;)

Sms de Green Eyes – Oi, sim… Tou... Sou… ;)

Sms do Nuno – Ok :) Beijos ;)


Só me consigo lembrar daquelas pessoas que passam por nós a correr e dizem – "Bom dia! Está tudo bem?" – mas que nunca, mas nunca mesmo, esperam para saber a resposta...


Actualização:

Por volta das 03h00 da manhã.

Sms do Nuno – Olá :) Tudo bem Princesa?

Sms de Green Eyes – Vai a merida (sem i)...

Sms do Nuno – Oh... que má :(


Pronto... há gente que se pica com lixívia... e não sou eu...
(O Nuno é um colega)

Surpresas...


 

"Apenas nos deveria surpreender o ainda podermos ser surpreendidos"


La Rochefoucauld, François


2010/06/14

(2)Conversas Entre Ele e Ela!


Ela – Se Tinha Dúvidas... estas dissiparam-se-me...
De repente, assim numa daquelas coincidências estranhas, quiçá engraçadas, li algures uma frase que me fez ter a certeza de que devo fazer o que me apetece!

Ele – Porquê?

Ela – Porque Eu quero!
Porque não estou a fazer e nem farei nada de errado!
Porque me fará feliz!
Porque me apetece, cada vez mais, fazê-lo!
Apoias-me? Condenas-me?

Ele – Porquê?

Ela – Não pelo que farei mas por fazê-lo!
Pensando apenas em mim, numa atitude egoísta de satisfação da minha vontade!

Ele – Sabes que nunca te poderia condenar por nada, ou melhor, apenas o faria por uma coisa*!

Ela – Lamento...

Ele – E eu lamento não fazer parte dessa tua decisão...
 



* (1)Conversas Entre Ele e Ela!
* Se Tu Me Amasses!

2010/06/09

Estamos A Falar De Quê? Homens?!


Alguns de vós, quiçá todos, já receberam um e-mail sobre uma “treta qualquer” que diz, basicamente, qualquer coisa como isto:

(…)O seu Inglês não lhe chega(…)
(…)experimente 15 dias(…)
(…)Tem 15 dias de Inglês para experimentar e sem compromisso(…)

Ora, Green Eyes, que gosta de reflexionar sobre alguns assuntos, especialmente quando está aborrecida com algo (que não tem nada a ver com isto… assim de repente talvez tenha… ou não…)…

Então vamos lá:  
  • Green Eyes não tem nenhum inglês, é que nem espanhol, ok, confessa que nem português; 
  • Se Green Eyes não tem um inglês como pode alguém questioná-la sobre a satisfação com o seu inglês?;
  • Experimenta 15 dias quem? Que inglês lhe querem enviar? É que Green Eyes não está a ver nenhum que lhe agrade… (ah e tal és esquisita e nem por isso és grande coisa – dizem as más línguas – sim mas a escolher escolho o que me agrada, não? – responde Green Eyes);
  • Experimentar sem compromisso soa-lhe bem, mas tem um “petit problème” e se depois Green Eyes quiser ficar com o inglês e ele tiver de ir para experimenta noutro lado?
  • Aliás ninguém lhe garante que não venha um inglês em muito mau estado, já fartinho de ser experimentado
  • Hum… num dia de nevoeiro talvez um Ben Barnes…

Mas se lhe tivessem enviado um e-mail a questioná-la sobre um libanês ou um americano aí…

Venha de lá um Keanu Reeves ou um Josh Holloway!!


2010/06/08

(2)Dizem Que...



"Não há fome que não dê em fartura!"

Pois... pois que sim... que é verdade!

Mas sabem que mais?
A fartura, neste caso, é uma treta!!

Então não é que está aqui uma moçoila a olhar para o boneco, sem nenhum convite para tomar café e de repente...
Bem... de repente lembram-se todos ao mesmo tempo??!!

Obviamente que, para que não haja melindres, recusam-se todos os convites...

Isto sem contar que o gabinete da tal moçoila, aquela que estava a olhar para o boneco, até parece um velório, tal é a quantidade de flores que lhe ofereceram!!

Ora bolas!!
Que se lixe a fartura...


2010/06/03

Eu Acredito... (I Do Believe...)


Que há sempre uma razão para tudo o que nos acontece!
Tenho pena de não entender algumas delas! 
Talvez um dia...
 That there is always a reason for everything that happens to us!
I'm sorry for not understanding some of them! 
Maybe one day...

2010/06/01

Desculpe... Ou Não... Ou Sim... Aiiii!!


O que eu "costumo" fazer quanto ao café já aqui vos contei -  Hum... Acho Que Me Confundi!! 

Agora... uma "destas" acho que nunca tinha feito...
Hum... já roí as unhas e deitei-as na tacinha dos salgadinhos (só o "cafeína" é que viu e disse-me - deixa lá, come-se tudo), mas "destas"... acho que nunca tinha feito!

Fui ao café com um colega, íamos em amena cavaqueira, falávamos de crianças, as dele, assunto que a mim me agrada e a ele muito mais!
Ora, tal como da outra vez, também desta, o café estava cheio, pelo que fomos para o "bendito" do balcão!
Entre conversa daqui, conversa dali, pedimos os nossos cafezitos.
De repente, após eu ter feito algo supostamente estranho, estavam "meia-dúzia" de pessoas a rir, incluindo o meu colega!

"Que foi?!" - questionei eu corando! (é uma coisa impressionante, nem com a idade esta mania de corar por tudo e por nada me passa...)

"Olha o que estás a fazer" - responde-me o meu colega, sempre a rir.

Minha nossa!!
Então não é que eu peguei na imperial do moço ao meu lado e dei-lhe uma golada??!! (à imperial... não ao moço...)

Dizem, que eu nem me lembro, que ao pousar o copo à frente dele novamente, ainda lhe sorri...


O mais estranho é que eu nem sou apreciadora de cerveja...
Qualquer dia, a continuar assim, ainda chego ao café "pego" num moço e trago-o para casa...