2010/05/16

Os Teus Olhos!


Gosto dos teus olhos!
Da sua cor indefinida quando me espreitas!
Do modo como me despes a alma com eles!
De como me percorres o corpo com o teu olhar!

Sinto os teus olhos enquanto estou no meu quarto;
Enquanto danço sozinha;
Me olho ao espelho;
Me arrumo de manhã e ao deitar…

Sinto-os através da fechadura da porta;
Dos vidros da janela…
Sinto-os tão intensamente que me viro para os encontrar!

Gosto do teu olhar enquanto me guardas o sono;
Me dominas o sonho e me deixas ficar…

Um dia…
Um dia vou encontrar-te…
Um dia encontrarei esse olhar…

Sem Sentido 
Green Eyes
Through the Keyhole II - Alfred Gockel