2010/01/10

Eu Confesso Que...


Não sou o Pássaro da história anterior.

Mas confesso, sem vergonha, que já fui o Pássaro...

E mais confesso, com vergonha, que já quase fui o Raio de Sol!

De momento sou apenas Eu, sem (des)gostos de Amor!


A minha última "paixão assolapada" (durou os famosos 30 minutos) foi há algum tempo e acabou aqui...