2009/12/13

O “Desespero” Dá Nisto…



Pois é, não sei bem porquê, deve ser da época Natalícia, mas achei que era uma boa altura para ter o meu “príncipe”! Fala-se tanto em Amor...
Muito bem Green Eyes, como moras “no cu de Judas”, e nada te agrada por estes lados, o melhor é fazer como na publicidade da TV… Usar um perfume bem cheiroso que vem logo um jeitoso cheirar-nos o pescoço e tal…
Ora se bem o pensei… melhor o fiz…
E lá vai aqui a “totó esperançada” para a perfumaria, bem longe de casa para aumentar as probabilidades da “coisa” funcionar!
Experimenta um e espera…
Nada!
Mais uns segundos e…
Nada!
Repete o processo com mais cinco ou seis aromas e…
Nada!
Nem “unzinho”!
Nada!
Numa derradeira tentativa dirigi-me, e já em desespero de causa, à prateleira dos perfumes para homem…
Nunca se sabe!
Escolhi um do António Banderas o qualquer coisa Seduction! Com um nome destes mal seria se não funcionasse…
Mal tinha acabado de pôr uma borrifadela de perfume e senti logo alguém atrás de mim…
Ai Meu deus! Ai que resulta!
Quando de repente, em vez de me beijar o pescoço e tal, como na publicidade, o moço me diz: - Esta é a secção para homem! Não prefere ver do outro lado!
A frustração de não ter acontecido tal como a publicidade prometia, só foi superada pela satisfação de ver a cara de parvo do moço quando lhe respondi…

Obviamente que fiquei hiper-enjoada e nem sequer comprei um dos meus três perfumes preferidos, o Miracle, o Attraction ou o Eternity!

O perfume em vez de me trazer o tão desejado príncipe trouxe-me foi uma dor de cabeça daquelas bem fortes…
Se bem que o príncipe também poderia ser uma dor de cabeça…
Mal por mal fico com a que já conheço!

Odeio publicidade enganosa!!!!

(Ah, o moço era feioso...)