2009/12/30

Cansada de…


Ver matrículas amarelas
E blusões de couro “fatelas”!

De buracos na estrada
E de semáforos de velocidade controlada!

Ouvir canções de amor
Que só falam ou me provocam dor!

De bons-dias a correr
De que ninguém quer saber!

De sorrisos forçados
E seres dissimulados!

Esperar por tudo e por nada
E ter de ficar calada!

De elogios ardilosos
E dias desgostosos!

De esperar aquele beijo
Que me mate o desejo!

Mas depois isto passa
E tudo volta a ter graça!!!