2009/04/29

Finalmente Ele Tomou a Iniciativa…



Pois é… já andávamos “nisto” fazia tempo!
De todos as vezes que passava por ele, olhávamo-nos de soslaio.
Ultimamente esta situação era mais frequente, porque passei a ter de passar por ele, quase todos os dias.
Eu olhava-o com algum receio, num misto de medo e atracção!
O seu olhar era um misto de “meiguice” e vontade de me “ferrar o dente”!
Sistematicamente ao passar por ele, numa atitude involuntária, o meu andar abrandava.
Hoje ele tomou a iniciativa, que eu inconscientemente esperava!
Levantou-se, de olhos fixos em mim, e com passadas firmes veio na minha direcção.
Estanquei!
Na minha cabeça mil imagens passaram.
Foram segundos, minutos, que me pareceram horas.
Vai morder-me?
Se eu ficar quieta será que ele me ignora?
Não consegui mexer-me!
Os meus pés pareciam presos ao chão!
Os nossos olhos não se desviaram nem por segundos!
Parou à minha frente, sempre de olhos fixos em mim.
O seu olhar era tão meigo!
Uma sensação de calma invadiu-me e, num gesto impensado, passei a palma da minha mão pela sua cabeça. Gesto ao qual ele correspondeu passando a língua na minha mão!
Conclusão de Green Eyes – às vezes o que parece...
Acho que fiz um amigo ;)

2009/04/26

O desafio que mais parece um interrogatório ;)


Tenho visto este “desafio” por aí e achei engraçado. Lembra-me o interrogatório que me fizeram na 1ª vez que fui aos E.U.A.! Fartaram-se de me fazer perguntas porque eu tinha estado no ano anterior na Turquia.
Então como gostei resolvi fazer, até porque eu adoro responder a perguntas e detesto faze-las!

1 - Nome? Green Eyes
2 - Porque lhe deram esse nome? Porque eu tenho olhos verdes e ele era inglês.
3- Você faz pedidos às estrelas? Obviamente, ou não fosse eu uma sonhadora… “1ª estrela que eu vejo realiza o meu desejo…”, mas não devo ser a única, é que nunca me realizam os desejos, acho que devem estar “ocupadas” a realizar os de outros! ;)
4- Quando foi a última vez que chorou? Agora, quando respondi à 1ª pergunta lembrei-me deste Amigo que já morreu.
5- Gosta da sua letra? Adoro, por vezes não a entendo, mas adoro eheheh…
6- Gosta de pão com quê? Com nozes, não no pão, em separado. Pão de milho com arroz de tomate.
7- Quantos filhos tens? Muitos. Os filhos dos meus amigos meus filhos são…
8- Se fosse outra pessoa seria seu amigo? Talvez não. Eu não aceito qualquer um como amigo, por isso dependia de quem essa pessoa fosse.
9- Saltaria de bungee-jump? Apenas se disso dependesse a vida de alguém.
10- Desamarra os sapatos antes de tirá-los? Sim e ponho-os sempre lado a lado arrumadinhos. São caros para andar com eles ao tombos…
1- Acredita que é uma pessoa forte? Fisicamente – Não; Emocionalmente – Depende das situações…
12- Gelado favorito? Strawberry Cheese Cake
13- Vermelho ou Preto? Vermelho e preto em lingerie, preto no geral.
14- O que menos gostas em ti? Ter dificuldade em mentir, dava-me tanto jeito…
15- O que mais gostas em ti? Os olhos, pela cor e por serem “transparentes”.
16- De quem sente saudades? Depende dos dias…
17- Descreve que tipo de roupa estás a usar agora? Mini vestido preto com instrumentos musicais desenhados em várias cores e collants pretos.
18- Qual foi a última coisa que comeu hoje? Nozes, aliás ainda estou a comer.
19- O que está escutando agora? Scorpion Flower – Moonspell para relaxar.
20- A última pessoa com quem falou ao telefone? Não sei, tinha voz masculina e disse que era engano.
21- Bebida favorita? Água com limão.
22- Comida? Massa.
23- Último filme que viu no cinema e com quem? Um filme de terror, não lembro o nome porque me fartei de rir e fomos “convidados” a sair antes do final, com uns colegas de trabalho, numa viagem a Lisboa.
24- Dia favorito do ano? Aquele que for o do início de uma viagem.
25- Inverno ou Verão? Depende de muita coisa! ;)
26- Beijos ou abraços? Beijos, abraços, amassos…
27- Sobremesa favorita? Natas do céu
28- Que livro está a ler? Além dos técnicos, do trabalho e do estudo, são três dependendo do momento – “Viva a Amizade, – de uma colecção que tenho do Garfield; A Mulher Dele – Emmanuèle Bernheim; Um combate e Outras Histórias – Patrick Süskind”.



29- O que tem na parede do seu quarto? Estantes com livros, CD´s, DVD’s e outras coisas. É mais uma espécie de estúdio do que um quarto.
30- Filmes Favoritos? De momento… My Blueberry Nights.
31- Onde foi o lugar mais longe que já foi? Acho que Rio de Janeiro e arredores, são muitos e eu de distâncias percebo pouco. Para mim, a distância, é coisa que não existe…
32- Uma música? Wish you Were here (I do really want it)
33- Uma frase? After all... tomorrow is another day…

2009/04/24

Eu Sei Que Estou Cansada Quando…


- Depois de apenas meia dúzia de assinaturas, seguidas, me esqueço do meu nome;
- Passo várias vezes (várias mesmo…) pelo meu carro e não o “vejo”, e eu até tenho a sorte de ter um carro “diferente”, não existe igual num raio de cerca de 50 km;
- Quero usar óculos ao mesmo tempo que as lentes;
- Deixo alguém por apenas 3 minutos no gabinete e quando volto dou-lhe um berro (pequenino) – “que está aqui a fazer?” porque me esqueci que lá estava;
- Me levanto às quatro da manhã, vou tomar duche e só depois percebo que ainda não são horas de ir trabalhar;
- Tenho sono às sete da tarde e estou super desperta às três da manhã (apetece-me conversar mas ninguém está disponível, ou melhor está o Josh, mas não me apetece “falar” inglês aquela hora);
- “Dou” beijinhos no final de um telefona “institucional”;
- Pego no rato do PC quando o telefone toca ou para mudar de canal de TV;
- “Fico em pânico” (por segundos) porque o carro tem três pedais e eu só tenho dois pés;
- Vejo os meus Pais ao longe e penso – “aqueles dois são tão parecidos com os meus Pais”;
- Troco as sílabas ao escrever;
- Apetece-me dizer palavrões;
- Digo “sim” quando devia dizer não…

Pois é, isto tem-me acontecido ultimamente (bem como outras que…)!
A falta de descanso tem sido, ligeiramente, exagerada!
Os cafés já estão numa média de 12/dia!
Durmo cerca de 3 horas/noite!

Ou isto é mesmo cansaço ou desta vez estou mesmo a “queimar” o circuito:{

Ai como preciso de uma “escapadinha”!
Não me preocupar com nada nem ninguém para variar…

E ando cá com uns apetites “estranhos”… :{

2009/04/20

Vá Lá... Dá-me Um Beijo!



Quando vou à cabeleireira em dias de vento adoro sair de lá toda “pimpona” e ficar ao vento até o penteado ficar todo despenteado!
Confusos?
Querem que explique?
Não?
Oh…
Não faz mal eu explico na mesma, até porque me apetece ;)
Não há sensação igual, sentir os cabelos livres ao vento!
Bem… Adiante!
Então estava eu hoje, ao final da tarde, depois de ter estado na cabeleireira, sentada num banco a saborear o vento, quando se aproximou um grupo de “gaiatos”, meninas e meninos. Como os risinhos eram assim a modos que ligeiramente estridentes fiquei a olhar para tentar perceber qual o motivo de tão grande alegria!
– Vá lá Mi dá um beijo à Ana! – Diziam algumas das garotas, enquanto o Mi fugia (não muito é certo) da garota que deduzi deveria ser a Ana. Os outros garotos sentaram-se e olhavam de sorriso aberto, talvez a tentar perceber porque não aceitava o Mi tão “árdua” tarefa!
Ela de risinho estridente a tentar agarrá-lo – Vá lá Mi, não sejas cortes… Dá-me lá um beijo!
O Mi, meio envergonhado de vez em quando olhava, de soslaio, para mim e eu sempre de cara de “parva” a olhar.
E por ali estiveram uns atrás dos outros durante alguns minutos (eu sempre com cara de “parva” a olhar) até que o Mi já cansado disse – Tá bem… Anda cá…
A garota, Ana, parecia que voava… Agarrou-se-lhe ao pescoço e vai de se espetar, literalmente (até, por segundos, temi pelos dentes de um e de outro) e deu-lhe uma espécie de beijo!
Depois disto continuaram caminho, (o Mi ainda me deu um risinho) sempre com os risinhos estridentes e naquele jogo de foge e não foge…
Como é hábito meu pôs-me logo a tirar conclusões…

Hum…
E mais
Hum…
Pois…
Acho que fiz tudo errado... Ou não... :{

2009/04/18

A “má fase” já passou!



Quando sentimos que podemos “perder” Alguém que amamos desde que nascemos, repensamos tudo o que faz ou não sentido na nossa vida.
Passamos a dar importância ao que tem MESMO importância, mas também nos faz pensar noutras coisas.
A mim fez-me pensar no quanto as pessoas dependem de mim;
Na “maldade” de algumas pessoas que, sem razão aparente, nos magoam;
Nas amizades que se manifestam nestas horas.
Já não é a primeira vez que isto me acontece, a manifestação de carinho, obviamente, o restante são “minhoquices” que se dispersam no tempo.
Como sempre chego a uma conclusão e desta vez é:

Há sentimentos que ultrapassam a blogosfera, identificamo-nos e “ligamo-nos” a pessoas que à partida eram apenas um nome.
Da minha vida só faz parte quem me merece e quem eu mereço.
Gosto que façam parte da minha vida as "novas" pessoas que "encontrei"!
Gosto mais de mim quando ando feliz (eheheh).

2009/04/17

Estado de Alma... Ou Qualquer Coisa do Género!!!

Hoje(2009.04.16), por volta das 18h30 até cerca das 23h00, senti...


Agora que já tudo (ou quase) passou apetece-me deitar a cabeça na almofada e chorar!
Não um choro de tristeza mas de alívio!
Por isso...
O pior foi ter de "enfrentar" tudo isto sozinha :(

2009/04/15

“Experiências” À Green Eyes!!


Sempre tive a “mania” de fazer experiências para poder verificar se as coisas são mesmo como se diz!
Então, “nesta onda”, ontem resolvi testar se efectivamente bater com alguma coisa fortemente na cabeça faz mal!
Abri a porta do gabinete e ao mesmo tempo (não sei como…) fechei a porta contra mim. Assim a modos que fiquei “entalada” na porta!
Bati fortemente com ela contra os óculos, o que me provocou uma enorme dor de cabeça, uma ligeira vertigem, um mal-estar horrível, com direito a vómitos e tudo!
Claro que isto também teve as suas vantagens…
Ou não fosse eu uma optimista!
Valeu-me ter optado, por preguiça, usar os óculos em vez das lentes, terem sido estes, que são mais resistentes, porque combinavam com a camisola.
Estar a abrir/fechar a porta com um “jeitoso” de um utente ao lado que prontamente me segurou aquando da vertigem…
Os colegas pararem de “chatear” porque estavam preocupados comigo…
Ora então conclusões da experiência:
1º Nunca feche a porta se ainda não tiver saído da soleira – pode provocar dor;
2º Feche a porta devagar – o impacto da força pode provocar dor;
3º Se anda cansado/a, opte por usar óculos em vez de lentes – nunca se sabe quando se vai “auto-atacar” e estes servem como armadura;
4º Se usar óculos e “desconfiar” que lhe vai acontecer qualquer coisa, use óculos resistentes – entortam mas não quebram;
5º Se estiver quase a cair/desfalecer e etc., opte por ter alguém ao pé de si – convém escolher alguém “agradável”.
Obviamente que foi um “acidente”…
À excepção do "galo" e dos óculos entortados apenas estou ligeiramente enjoada…
Mas de cada vez que me lembro da cena farto-me de rir, eu e os colegas que a presenciaram…

2009/04/12

Oh... Já acabou!


Mais um fim-de-semana “louco” que passou!
Sim, aqui quando a família, pais, manas, cunhado, sobrinhas se juntam é, literalmente, uma festa!
Muita música, dança, comida e confusão.
As “trocas” de palavras e as piadas estão sempre em alta.
Muito riso e pouco siso!
Foi óptimo, como sempre, estarmos todos juntos!
Cansativo mas ao mesmo tempo retemperador.
Sabe-me tão bem as minhas sobrinhas sempre a bajular-me!
Somos uma família de mimados mas sempre divertidos!

Ah… Acho que enjoei das amêndoas de canela…

2009/04/09

Mãe é Mãe e Ponto Final!

Há dias recebi uma encomenda de livros.
Ora como o rapaz das entregas “apanhou-me” (não literalmente… se bem que se assim fosse…) em casa e na hora de almoço eu não tinha dinheiro para lhe pagar e vai de pedir emprestado à minha Mãe.

– Mãe, empresta-me 65€, por favor, para pagar a encomenda.

No dia seguinte, porque me esqueci de lhos dar nessa noite, à hora de almoço dei-lhe 70€ porque não tinha notas de 5€ e disse-lhe:

– Olha, tens aqui 70€.
– Ok, filha.
– Mãe eram 65€!
– Sim filha deixa estar.
– Pois… Mas eu estou a dar-te 70€!
– Está bem… Não te preocupes.
– Mas assim sobram 5€!
– Pronto, deixa lá não faz mal.
– Ó Mãe, não estás a perceber… Eu é que te estou a dar 5€ a mais!
– Sim princesa eu percebi… Mas eu é que sou a Mãe, por isso está bem assim!

E pronto… Contra factos não há argumentos :{

Ah… De salientar que a tudo isto assistiu o meu Pai que concordou dando-me um sorriso, dos dele, e piscando-me o olho!

2009/04/06

Am I Happy?


Uma vez que a semana foi “infernal” quer a nível profissional, excesso de trabalho, quer a nível pessoal, se bem que neste campo há sempre aqueles momentos que nos “encantam”, resolvi mudar de ares e fazer uma pequena viagem!
Fui ver o mar, tenho mar aqui mais perto mas gosto de lá!
Como me fazia falta ver aquelas ondas… Aquele cheiro a maresia…
Como sempre aproveitei e, entre outras coisas, fui ver umas exposições.
Sinto-me muito mais revigorada, quer a nível físico quer psíquico, se bem que continuei e continuo sem ter tempo para dormir…
Como me custou a viagem de regresso! Só me apetecia fechar os olhos, encostar a cabeça e dormir… Mas como vinha sozinha e a conduzir não foi possível.
Isto tudo aliado ao facto de na sexta-feira ter finalmente acabado um trabalho, nada agradável, que andava a fazer; de uns “bons-dias” que fui recebendo, ao longo de toda a semana; da conversa “doida”, mas divertida, do meu amigo “Dark Eyes” no msn; dos pequenos gestos de atenção que fui recebendo dos amigos (confesso… adoro gestos de atenção para comigo), fazem-me chegar a uma “brilhante” conclusão – apesar de tudo SOU FELIZ!