2009/03/18

Inspirou-se no anúncio… Só pode!!



Conversa de “passagem” entre mim e “A”.
A “A” É uma conhecida que, vá-se lá saber porquê, gosta de dizer que é minha amiga.

“A” – Sabes aquele rapaz que disseste ao “M” que era interessante? Um que achaste muito bonito?

Eu nem me lembro de falar com o “M” muito menos sobre rapazes, interessantes ou não, mas se ela diz… Se bem que para ser um rapaz interessante eu teria que ter falado com ele também, já que para mim não basta ser “engraçado” fisicamente, tem também de ter uma conversa agradável e isso é coisa para não se ver logo à 1ª!

Eu – Não estou a ver quem era!
“A” – Um moreno, que trabalha no banco…
Eu – Ah, já sei! - Disse-lhe só para ver se ela “avançava” com a conversa…
“A” – Sabes que eu sou muito tua amiga, não sabes? Amiga mesmo muito amiga. Assim de fazer "coisas" por ti...

Bem… querem ver que ela foi lá dizer ao rapaz que eu o achava interessante? Querem ver que ela me quer “arranjar” um "namorico"?!

Eu, com cara de “nhónhó” – Que queres dizer com isso?
“A” – Eu convidei-o para tomar café um dia destes.
Eu – Ah, e queres que eu vá? - Já a pensar numa desculpa qualquer…
“A” – Não! Nem penses, eu quero-o para mim! - Com voz ligeiramente irritada.
Eu, com cara de “não acredito no que oiço” – Ok, relaxa, eu não apareço!

Sinceramente nem sei porque fico espantada, é que desde criança que sempre foi assim, se eu dizia que queria algo havia sempre alguém que fazia logo questão de o querer!
Imaginem se ela se considerasse minha inimiga...

Mas, “por via das dúvidas”, no caso de estar “interessada” em alguém o melhor é guardar segredo, até mesmo do próprio!
Não vá o diabo tecê-las!!