2008/10/29

É Só Para Dizer Que...

Me apetecia estar, de novo, aqui...

Ou aqui...


Mas estou aqui...

Nestes dias em que tenho "milhentas" coisas para fazer gostava de ver o mar.
Aquele mar de ondas revoltas!
Preciso dele para me fazer voltar ao rumo certo...
Ai que saudades de ir ver estrelas cadentes num miradouro algures na Praia das Maçãs...


2008/10/23

Oito dias depois.


E oito dias se passaram desde a última vez que cá vim, mas desta vez não foi por falta de apetite!

Nesse hiato já me aconteceram tantas coisas e provavelmente a vós também.

Estive doente :( Não gosto nada de estar doente, ok vão-me dizer que ninguém gosta, mas eu por vezes ao ver o que vejo até acho que gostam… Mas continuando eu não gosto de estar doente porque não gosto de depender dos outros(mas até que de vez em quando sabem bem uns miminhos…).
Já estive a noite inteira sem dormir e nem fui para a “rambóia”, foi insónia mesmo!

Já me apaixonei e desapaixonei, se bem que para isso eu não precise de muito tempo. Lol! Meia hora chega-me e sobra, eheh!

Já pratiquei um desporto radical o que para mim é um feito extraordinário… Entre outras coisas eu tenho medo das alturas. "Paniquei" na Estátua da Liberdade, no Bondinho do Pão de Açúcar, no Reval Hotel Latvija… Mas desta vez fiz escalada livre e de noite! Não, não fui assaltar nada, a própria casa não conta pois não? Pois… Esqueci a chave do portão e tive de “escalar” o muro…

Já fiquei à espera que “ele “ cumprisse a promessa e me enviasse as músicas que ofereceu… Sim, desta vez( e doutras também) eu nem pedi “ele” ofereceu, mas até hoje nada… Eu já devia estar habituada… Promessas… Mas pronto sem música não fiquei! Eheh.

Já estive numa festa de aniversário de 3 dias!

Já tentei estudar(tenho mesmo de o fazer) mas desisti(amanhã tento de novo).

Já ri! Muito, muito, muito.

Já quase chorei de frustração!

Etc., etc., etc….


Enfim vivi!

2008/10/14

Hoje sinto-me...

Cansada!

Cansada de me “dar”.

Cansada de remar contra a maré.

Cansada de ser invisível, quando isso lhes convém.

Cansada de estar/ser presente quando isso lhes convém.

Cansada de estar sempre sorridente para todos.

Cansada de que me queiram.

Cansada de não me quererem.

Cansada das palavras.

Cansada dos silêncios.

Cansada… Tão cansada!

Mas amanhã... Amanhã volto a renascer, volto a pegar nestes “pedaços” de mim, nestas pequenas “peças” e reconstruo-me como sempre faço!


Voltarei a sorrir, voltarei a ser EU.

Mas hoje, só por hoje…


NÃO!

2008/10/10

Matei-o!

Foi num dia destes ou num destes dias…

Estava a chuviscar, aquela chuvinha “chata” que nos turva a visão, cerca das 08h00 da noite e por isso o crepúsculo ainda me turvava mais a visão, por isso não o vi…

Ele era pequenino e atravessava lentamente a estrada.

Eu até ia a cumprir o limite de velocidade, 30km/hora. É uma estrada estreita e com muitas curvas.

Mas ele ia tão devagar, era tão pequenino que quando o vi já não consegui travar e…………….........................................................

Esmaguei-o!!!





Eu não queria, foi sem querer…

Pois é não estou triste por o ter morto…

Estou triste porque não tive tempo de o beijar…




E se era ELE??!!