2008/09/29

Saudades das Férias

Ai que saudades das férias!

Não uma saudade de não trabalhar, mas sim uma vontade de viajar!
Uma saudade de mudar, mudar de lugar!

E enquanto não chega o momento de esgotar os 4 dias de férias, que ainda me restam deste ano, vou recordar mais um local onde já fui por duas vezes.

“Teatro-Museo-Salvador Dalí”
Desta vez (Agosto de 2008) foi no regresso a casa após a visita a Paris. Como chegamos mesmo em cima da hora foi só marcar no hotel President (que está todo decorado com obras alusivas ao Dalí), comer um “bocadillo”, porque estamos em cima da hora e não queremos perder a entrada que é limitada.



O “Teatro Museo – Dalí” a que apenas chamo museu Dalí, fica em Figueres a cerca de 100km de Barcelona e trata-se da maior obra surrealista do mundo. Tem expostas várias obras do Dali desde os seus primeiros ensaios até ao mais actual.
Mas a beleza deste museu reside no facto de estar concebido pelo próprio Dalí, não apenas como um local para expor as suas obras mas como um espaço/instalação com salas desenhadas para o efeito (ex. sala Mae West, Palácio do Vento, Quarto do Palácio do Vento).

Gosto de o visitar de noite. Durante o mês de Agosto o museu encontra-se aberto até à 1 da manhã. Gosto de estar no seu terraço a olhar as pessoas que degustam um copo de Cava (espécie de champanhe espanhol) enquanto vêem um filme sobre Dalí e as suas obras. É certo que há quem repita a “copa de cava” tantas vezes que já nem vai ver a sala de exposição de jóias, é que para se entrar nesta temos de passar numa espécie de túnel rolante.

Desta vez enquanto andávamos a apreciar alguns quadros, um dos “guias” do museu resolveu explicar-me as recentes alterações no museu. A última aquisição do museu, que havia 2 ou 3 obras que não pertenciam à colecção do Dalí, mas que estavam cedidas e blá, blá, blá. O rapaz falava e eu e a Li íamos respondendo no nosso espanhol tão perfeito que de tão entusiasmado que estava o rapaz nos seguiu por todas as salas daquele andar. Claro era o charme português em acção!
Como se trata de um lugar fascinante aconselho a que o visitem, de preferência de noite, a magia impera.

Como fui uma “linda menina” e vos dei a conhecer este museu, quando lá forem não se esqueçam de me trazer uma das jóias do Dalí de “recuerdo”.

2008/09/24

Identifique-se!!

Se há coisa que me irrita são os toques e as mensagens "anónimo" para o telemóvel.




Já não há paciência!


Não consigo perceber qual o interesse de me mandarem toques de madrugada, se ainda esperassem para eu atender…

E as mensagens do género “sabes quem eu sou?”, se soubesse não estarias a mandar-me mensagens, já te tinha dito duas coisas, ou quem sabe três!
Mas a minha “preferida” é sem duvida a “sou teu admirador secreto”, ora se és secreto fica lá quieto, calado, não vá eu descobrir e deixas de ser... secreto!


Isto deve ter sido praga…

Ando tão cansada e ainda tenho de aturar isto!

2008/09/22

Trapped!

Today i feel trapped...


2008/09/17

Solita e Su Messenger!


Eu sou uma adepta do “Messenger”, gosto de o ter por perto…

Com ele mantenho o contacto com amigos (e quiçá inimigos), mas hoje apetece-me fazer uma reclamação!!

A Solita, moça “muito à frente”, tem o msn no telelé, ora isto tem-me posto os “nervos em franja”!

Senão vejamos:

1º - A moçoila passa a vida a “cair”, ou melhor a ligação, o que me faz sempre lembrar que anda às compras no Shopping. É um entra e sai nas lojas… De vez em quando lá se vai demorando mais, deve estar interessada no produto!

2º - Perdemos a conversa, o que por vezes nos traz grandes gargalhadas, ou não…

3º - Não aparecem os “necos”, que eu gosto tanto! Beijinhos cheios de corações, o lol aos saltinhos, o eheh envergonhado, o… ups é melhor não continuar.

4º - Não tem foto… :(

Mas mesmo assim continua… Mais vale assim do que ausente! Mas se der... estabiliza-te!! ;)

2008/09/09

Basta!!



Hoje fiquei mesmo irritada(que estranho... nunca fico), só porque gosto de osgas sou "estranha"?


As osgas são uns bichinhos tão fofinhos, parece que lhes caiu um tijolo em cima e ficaram assim achatadas, além disso tem um olhar de parvas que me delicia...

Ok, também disse que gosto de conduzir, em dias de chuva, com velocidade e a ouvir Blues bem alto.

Pois... Acho que também disse que o café me acalma, a água do fastio faz-me azia, que oiço Metal para relaxar e Ópera para animar...
Ainda bem que não contei que... e...

2008/09/07

Shui... ils dorment


Château de Cheverny

2008/09/04

Breve resumo da viagem mais curta que fiz a um país

Setembro de 2005 (esta “viagem” está inserida na viagem às Capitais do Báltico, talvez fosse melhor ser chamada de "desvio")

Depois de almoço (estávamos em Tallinn – Estónia) “resolvemos” ir a Helsínquia de barco.

“Bora lá” quem não tem “Kroon” – coroas, teve de trocar, demorou um pouco e já estavam todos a “stressar” pois o barco largava em menos de uma hora e ainda era um pouco longe.

Lá conseguimos… Com o “Romans” (guia da viagem) sempre em passo ligeiro, logo seguido da Tia G. (a única que acompanhava a pedalada e que por sinal já tem mais de 80…) fomos em corrida “desenfreada” para o porto.

Lá chegados “descobrimos” que era necessário documento de identificação e alguns não tinham pelo que foram ao hotel buscar…

Acabaram os bilhetes nesta bilheteira, mas não faz mal vamos a outra. Entre compra só ida e depois troca para ida e volta, vai mais um tempinho e uma “embaralhada”, mas lá se conseguiu a tempo.

Corram, corram é aquele!




Já dentro do lindo “barquito”, pequena cidade flutuante, “descobriu-se” que a viagem afinal era bem mais longa pelo que em vez de uma hora em Helsínquia apenas se estaria… meia hora????? (incluindo viagem de táxi do porto para a cidade…).

É… afinal nós não tínhamos apanhado o barco expresso mas sim o cruzeiro…

Eu achei o máximo…

Durante a viagem fomos andando por vários locais do barco: Bar Karaoke(não sei onde foram “desenterrar” as músicas mas eram horríveis…), Bar Dançante(então aqui...), Restaurante, Cinema, Lojas e etc…

Ainda que por pouco tempo ainda deu para tirar uma fotos.