2008/12/31

Happy New Year! Feliz Ano Novo!


Hoje apetece-me (e há apetites que não se devem refrear…) desejar um Bom Ano de 2009 a todos, até porque eu para ser feliz PRECISO que os outros, também, o sejam !

Todas as “frases feitas” – “feliz ano com muita saúde, paz, alegria, amor e etc. e tal”, são por mim ditas com o sentimento puro de que assim seja! (é evidente que não é para todos… eu também não sou a Madre Teresa de Calcutá ou o Gandhi)

Mas quero desejar-vos um Feliz Ano de 2009!

Agora um bocadinho, deste post, para alguém muito especial (vais perceber que é para ti e, já agora, desta vez podes comentar, mesmo que não seja aqui):
Eu sei que sou uma “chata” mas a nossa amizade é mesmo muito especial para mim. Acredito que entendes isso e que partilhas o mesmo sentimento por mim, por isso e por todo o resto, desejo que 2009 seja mesmo um Ano grandioso e que eu possa partilhar, contigo, as tuas alegrias! (se houver tristezas nessas sabes que podes contar comigo…)Como te disse/escrevi um dia –

“I’m like Mr. Bones, for me friendship is for ever and unconditional”.

So… Peace and Love or Else for everyone!

2008/12/29

Que Estúpido!! Mas até teve piada…


Como toda a gente de vez em quando recebo uns convites para tomar café.
Se há vezes em que aceito, uma escassa minoria, na maioria delas não aceito o “tal cafezinho”!
Umas porque o convite não é oportuno, uma vez que estou no meu local de trabalho; outras porque o convidador não é o “meu género”; outras em que pura e simplesmente não me apetece café.
Normalmente a “carinha” de desapontamento dos convidadores provoca-me um terrível sentimento de remorso!

Bem desta vez a cena foi, sinceramente, “sui generis”!

O convidador chegou com flores (adoro receber flores) e, com um ar “tímido” fez a pergunta.

Convidador – As flores são para ti, queres vir tomar um café?

Green Eyes – Oh! Obrigada, disse pegando nas flores. Hoje não me dá muito jeito ir tomar café, já tenho um compromisso.

Convidador – Então e amanhã? – Ainda de sorriso no rosto.

Green Eyes – aahh… mmmm… é melhor deixarmos o café para outra ocasião…

De repente o moço arranca-me, literalmente, as flores da mão e diz – olha então esquece as flores, levo-as de volta – e saiu porta fora deixando-me de “boca aberta” durante uns segundos até que não aguentei mais o riso e dei uma sonora gargalhada.

Confesso que desta não estava à espera. Ele até tinha um ar tão tímido!

2008/12/26

Era Uma Vez...

Era uma vez…

Era uma vez uma “menina” de olhos verdes e sardas na cara.

Esta “menina”, a quem vamos chamar de Green Eyes, era muito orgulhosa!

Ora nesse belo dia, penso que foi o dia 19-12-2008, alguém (a "chefe Mor") lhe disse que o P.M. tinha dado tolerância de ponto no dia 24 e que também podia escolher, até porque ela (Green Eyes) também era “chefe”, em alternativa, o dia 26 ou o dia 2.

A Green Eyes ficou felicíssima e respondeu:

- Mas para mim só dá o dia 2, é que se você ("chefe Mor") não está cá no dia 26 tenho de estar eu…

- Ah, pois é – respondeu-lhe a "chefe Mor".

Ora foram então dizer à outra “pessoa” (está entre aspas porque… enfim…).
A outra “pessoa” disse logo:

- Eu quero o dia 2, só esse me interessa. (mas antes fez cara de quem não sabe de nada mas que já sabe tudo…)

- Mas a Green Eyes só tem essa alternativa :( - disse a "chefe Mor".

-Então se ela quiser eu faço o favor de vir – respondeu a “pessoa”, eu até nem tenho nada programado mas… (com ar de - "que boazinha que eu sou")

Green Eyes ficou furiosa e respondeu:

- Não preciso dos seus favores… Nem preciso da porcaria da tolerância… Fique lá com os dias que quiser… (muito mau feitio tem a Green Eyes…)

Virou costas e…



“Tramou-se” (hoje até ia bem, aqui, um palavrão…) agora não tem tolerâncias e, tem de andar a “correr” porque tem de fazer mais de 200 km para ir jantar com a família (por quem faria todos os "sacrifícios" e mais algum) e voltar para vir trabalhar!

Raios Partam o Orgulho!!!!

Ou Não…

2008/12/18

Eu também dou "prendas" de Natal!!!

Gostaria que algumas, espera... deixa ver... é todas, fossem mesmo verdadeiras…

Sol:
Como sei que tens falta de espaço lá em casa, muitas coisas, poucos quartos, comprei-te um castelo! Muitos quartos e muitas salas para poderes guardar tudo ;)



Kor:
Para que nunca mais tenhas de andar doente com gripes, laringites e afins, uma Primavera só para ti ;)



Tronxa:
Um avião para poderes ir a Lisboa (eu gosto tanto de ir) e não apanhares as filas do IC19 que tanto odeias ;)

Diabba:
Espero que gostes! (tu és difícil de contentar…) Lembrei-me de uns dias num SPA, para relaxares ;)


Pedro Barata:
Eu sei que já te ofereceram o emprego de jornalista, mas como não era jornalista desportivo eu ofereço-te esse!! Vão também uns bolinhos porque tu és guloso ;)




Dante:
Aqui vai mais uma para juntar à que já tens ;) É para agradecer a música no teu blog ;)


Lion:
A tua tão desejada Leoa! Quem é amiga, quem é?





Para os restantes, aqueles que cá vem de vez em quando, aqueles que visito ("religiosamente" ainda que não comente) e até mesmo para os que vem e não comentam (eu sei…) um Kiss!






The Kiss (Der Kuss) - Gustav Klimt

2008/12/12

Maldita “Menière”!

Se há coisa de que eu não gosto é de estar doente. Detesto mesmo! Mas de vez em quando lá me acontece!

Mas desta vez… Ó Céus!!
Podia ser uma coisinha mais simples, uma gripezita, uma lombalgia, uma cefaleia, uma dor de dentes…
Mas não, tinha de ter uma estúpida de uma doença com um nome pomposo, “Menière”! Mas como diz uma amiga minha eu “nunca faço por menos”, gosto de ser, sempre, original!
No 1º dia tive sintomas tais como vertigens, em que tinha a impressão de que tudo girava à minha volta, se bem que ser o centro das atenções até que nem era má ideia! Esta sensação, de vertigem impediu-me me manter de pé e veio acompanhada de outros sintomas incómodos, tais como náuseas, vómitos, palidez e dores de cabeça. Parecia que estava embriagada (será que bebi e nem lembrava?!)
Senti-me de “cabeça a andar à roda” e nem era por um homem lindo :(



Mas nem tudo foram coisas más – eu tento sempre ver o lado positivo das coisas e, quiçá até o divertido.
Estive na “companhia” (ainda que virtual) de pessoas de quem gosto e que acredito gostem de mim! (se estiverem a mentir-me envio-lhes um vírus para o PC que nunca mais se conseguem "ligar").


Mas quando me faziam rir aí é que eram elas… Vinham logo as vertigens! Lol.
Como já me sinto a voltar ao normal, ainda que o meu normal seja, para muita gente, o anormal, na segunda-feira já volto para a “selva”! Vou puxar dos meus galões de chefe e…


Para quem estiver interessado, eu estou bem-disposta!
“Desnorteada” (mas isso é natural em mim!)

Também confirmei o que já desconfiava, há “amigos” tão egocêntricos que só se lembram de nós quando precisam! Mas como me disse alguém, um dia destes, “isso não é amizade, a amizade é pura, desinteressada de algo”! Sábias palavras my friend!

2008/12/01

Castigo ou Recompensa?


Tenho uma dúvida (se só fosse uma…)
Sempre me ensinaram que o “Anjo-da-Guarda” era para nos proteger, mas eu acho que o meu é mais assim tipo o Grilo Falante do Pinóquio!
Sempre que estou feliz da vida, com aquele risinho interior de “bem-feito” algo me corre, logo, mal a mim!
Eu estava tão contente, “ela” (a pessoa) tinha-se tramado a ela própria! Nem foi preciso fazer nada! A sua estupidez natural, a sua falta de neurónios, a sua falta de inteligência e de discernimento para perceber que tem falta disto tudo, fizeram-na cair no erro.
Ai como me soube bem aquele momento!
Só que durou pouco :(
Não o erro dela, mas a minha satisfação.
De tão feliz que ia nem me lembrei que a bela da calçada portuguesa, que por aqui impera, é muito linda mas traiçoeira! Com este tempo de chuva e folhas a cair ela (agora é a calçada) fica ainda mais escorregadia e eu claro está…

Escorreguei!
Mas pensando bem até que o “Anjo-da-Guarda” não é assim tão mau…
Escorreguei e na minha ânsia de não cair agarrei-me, sim com as duas mãos, à primeira “coisa” que encontrei à minha frente. Pois um “jeitoso”! Tão simpático que ele foi.
Quem me conhece já sabe que eu quando "vou a cair" escolho sempre um bom sítio…
Solita, lembras de Tenerife?
Porque contei isto? Porque me apetece!Mas pensando bem até que o “Anjo-da-Guarda” não é assim tão mau…
Escorreguei e na minha ânsia de não cair agarrei-me, sim com as duas mãos, à primeira “coisa” que encontrei à minha frente. Pois um “jeitoso”! Tão simpático que ele foi.

Quem me conhece já sabe que eu quando "vou a cair" escolho sempre um bom sítio…





Solita, lembras de Tenerife?
Porque contei isto? Porque me apetece!

2008/11/27

Sonhos?!

O Mister Lion desafiou-me e eu como encaro mais como um convite, resolvi fazer!

O desafio consiste em:
-Mencionar as regras:
-Escrever uma lista com 8 coisas que sonho fazer;
-Convidar 8 parceiros(as) de blogs amigos para responder;
-Comentar no blog dos nossos(as) convidados(as), para que saibam da "convocatória";
-Comentar no blog de quem nos convidou;

Ora bem, 8 coisas que sonho fazer não é fácil… Até porque para mim sonho é sinónimo de ideal e ideal para mim é sinónimo de impossível.



Mas… Cá vai:

1 – Sonho conhecer um homem lindo como o Keanu Reeves ou como o Josh Holloway, inteligente como o Eisntein, romântico como o Michael Bublé e que me ame como o meu Pai ama a minha Mãe ou como o meu cunhado ama a minha irmã! (já agora dava jeito que eu também sentisse o mesmo por ele… digo eu…)

2 - Sonho viajar pelo mundo. (ai este eu queria tanto…)

3 – Sonho encontrar o “momento perfeito”. (seja lá isso o que for, maybe já passei por ele)

4 – Sonho que o tempo pára no “momento perfeito” (isto é mais para eu perceber que é esse o momento… lol)

5 – Sonho Ser eternamente feliz (sem comentários…)

6 – Sonho que todos os que amo nunca “desapareçam” (impossível mesmo, é a lei da vida…)

Ups… não tem mais sonhos!
Hum… Até que há, mas são tão estranhos que é melhor ficar por aqui!

Agora, vou quebrar as outras regras! Porquê? Porque me apetece!

Mas há uma coisinha, assim pequenina, que é mais um desejo do que um sonho:

Quero ser sempre EU, com todos os meus defeitos e virtudes!

2008/11/18

Também me Apetece fazer!

Chamam-lhe desafio, mas eu não concordo! Para ser desafio teria que ser difícil de fazer. Ora se escolheram fazer com títulos de músicas, pelo menos para mim, não é difícil. Difícil seria se me dissessem para o fazer com o nome de partidos políticos!! Livra!!

Já todos sabem no que consiste, mas eu repito:

1 - Publicar uma foto pessoal;
2 - Escolher uma banda ou um(a) cantor(a);
3 - Responder a umas pequenas questões com base em títulos de músicas da banda ou do(a)cantor(a) escolhido no ponto anterior;
4 - Desafiar outras quatro pessoas e intimá-las a responder.

1 – Cá vai (inspirei-me aqui no Ba
gacinho do Pedro)


2 – A Banda/Cantor(a), desta vez são os U2

3 -
Sou homem ou mulher? - Miss Sarajevo (por falar em Sarajevo ainda não fui para aqueles lados…)

A minha descrição - She's a Mystery To Me
(ainda ando a tentar perceber… um dia chego lá!)

O que as pessoas acham de mim? - Sweetest Thing
(pelo menos é o que dizem, não que eu acredite em tudo que me dizem…)

Como descrevo o meu último relacionamento? - I'm Not Your Baby (sorry…)

O estado actual da minha relação? - I Still Haven´t Found What I´m Looking For
(mas também não procuro muito…)

Onde queria estar agora? - Where The Streets Have No Name
(algures onde não estou…)

O que penso a respeito do amor? - I Believe (ainda…)

Como é a minha vida? Zoo Station
(com tanto sítio para parar, vim logo parar aqui…)

Se pudesse escolher um desejo - Another Time, Another Place (…)
Uma frase sábia - Some Days Are Better Than Others (ainda bem…)
4- Esta passo...
E para acabar
Love And Peace Or Else
P.S. – nada de “bocas” ao título…

2008/11/11

Green Eyes!!!


Hoje foi um dia, profissionalmente, para esquecer!!!
Sinto-me esgotada.

Sinto-me a "remar contra a maré".

Mas para contrabalançar recebi muitas manifestações de carinho, resquícios do meu dia de aniversário (9 de Novembro).

Recebi vários presentes, flores, sms, até post em blog eu tive (eheh, obrigada Sol, Kor e Tronxa, e aos que lá deixaram os parabéns) e aquele presente especial...
A MINHA máquina fotográfica digital.
Já não vou precisar de andar sempre a surripiar a dos outros...

Mas hoje ainda preciso de mais um miminho...

Por isso...



2008/11/04

Que Vergonha!

O “dia” começou às 07h30, com o despertador a tocar uma música, já estava acordada, mas soube-me bem ouvir os Keane - The Night Sky, enroscada nos cobertores. Mas se o dia até me pareceu que iria correr bem (ouvir uma música que gosto logo de manhã) depressa vi que assim não seria :(

Ora vejamos:
Estava (ainda está) tanto frio, fiz um esforço e lá me levantei, claro que já eram 8h30!

(…) Já pronta enfiei um chapéu, gosto deste acessório e no inverno ainda mais, ficam-me bem (modéstia à parte) e aquecem-me as orelhas… Peguei no casaco e vai de sair a correr (raramente olho para o espelho, não gosto deles…) mas de repente… “credo! Um chapéu de cores e pego logo na casaco de quadrados??!! Já sei que devem estar a pensar que fútil, mas imaginem estava a sim a modos que com ar de palhaço pobre! Lá tive de voltar atrás e mudar de casaco…
A minha sorte é que moro a cerca de 7 minutos (acelerados) do trabalho e também tenho “isenção de horário”, se bem que gosto de entrar às nove (para dar o exemplo…), ok vou chegar com “pouco atraso”. Claro que quando cheguei estive 5 minutos às voltas para estacionar (livra! Que gente, não sabem aproveitar a cama?!).

Mas esta é a parte “normal” do dia, é quase sempre assim…

A “vergonha” (se bem que quase sempre faço destas e de outras eheh) foi mais tarde…
A música “alucina-me” “deixa-me fora de mim”! Dou por mim muitas vezes a dançar, a cantar a “teatralizar” as músicas. Hoje foi um desses dias. Ao ir almoçar a casa, entrei no carro, liguei o rádio e “bum” AC/DC - Rock N Roll Train! Claro que comecei logo a “abanar” a cabeça, os braços e sei lá que mais, a “gritar” a letra e no meio disto tudo vi um grupo de rapazes a olhar para dentro do carro. Pelo ar deles deveriam estar a pensar se eu estaria a ter um “ataque” qualquer! Que vergonha! Parei, abri um grande sorriso e pasmem-se… recebi uma enorme salva de palmas e até houve quem gritasse bis!
Só mesmo eu…

2008/10/29

É Só Para Dizer Que...

Me apetecia estar, de novo, aqui...

Ou aqui...


Mas estou aqui...

Nestes dias em que tenho "milhentas" coisas para fazer gostava de ver o mar.
Aquele mar de ondas revoltas!
Preciso dele para me fazer voltar ao rumo certo...
Ai que saudades de ir ver estrelas cadentes num miradouro algures na Praia das Maçãs...


2008/10/23

Oito dias depois.


E oito dias se passaram desde a última vez que cá vim, mas desta vez não foi por falta de apetite!

Nesse hiato já me aconteceram tantas coisas e provavelmente a vós também.

Estive doente :( Não gosto nada de estar doente, ok vão-me dizer que ninguém gosta, mas eu por vezes ao ver o que vejo até acho que gostam… Mas continuando eu não gosto de estar doente porque não gosto de depender dos outros(mas até que de vez em quando sabem bem uns miminhos…).
Já estive a noite inteira sem dormir e nem fui para a “rambóia”, foi insónia mesmo!

Já me apaixonei e desapaixonei, se bem que para isso eu não precise de muito tempo. Lol! Meia hora chega-me e sobra, eheh!

Já pratiquei um desporto radical o que para mim é um feito extraordinário… Entre outras coisas eu tenho medo das alturas. "Paniquei" na Estátua da Liberdade, no Bondinho do Pão de Açúcar, no Reval Hotel Latvija… Mas desta vez fiz escalada livre e de noite! Não, não fui assaltar nada, a própria casa não conta pois não? Pois… Esqueci a chave do portão e tive de “escalar” o muro…

Já fiquei à espera que “ele “ cumprisse a promessa e me enviasse as músicas que ofereceu… Sim, desta vez( e doutras também) eu nem pedi “ele” ofereceu, mas até hoje nada… Eu já devia estar habituada… Promessas… Mas pronto sem música não fiquei! Eheh.

Já estive numa festa de aniversário de 3 dias!

Já tentei estudar(tenho mesmo de o fazer) mas desisti(amanhã tento de novo).

Já ri! Muito, muito, muito.

Já quase chorei de frustração!

Etc., etc., etc….


Enfim vivi!

2008/10/14

Hoje sinto-me...

Cansada!

Cansada de me “dar”.

Cansada de remar contra a maré.

Cansada de ser invisível, quando isso lhes convém.

Cansada de estar/ser presente quando isso lhes convém.

Cansada de estar sempre sorridente para todos.

Cansada de que me queiram.

Cansada de não me quererem.

Cansada das palavras.

Cansada dos silêncios.

Cansada… Tão cansada!

Mas amanhã... Amanhã volto a renascer, volto a pegar nestes “pedaços” de mim, nestas pequenas “peças” e reconstruo-me como sempre faço!


Voltarei a sorrir, voltarei a ser EU.

Mas hoje, só por hoje…


NÃO!

2008/10/10

Matei-o!

Foi num dia destes ou num destes dias…

Estava a chuviscar, aquela chuvinha “chata” que nos turva a visão, cerca das 08h00 da noite e por isso o crepúsculo ainda me turvava mais a visão, por isso não o vi…

Ele era pequenino e atravessava lentamente a estrada.

Eu até ia a cumprir o limite de velocidade, 30km/hora. É uma estrada estreita e com muitas curvas.

Mas ele ia tão devagar, era tão pequenino que quando o vi já não consegui travar e…………….........................................................

Esmaguei-o!!!





Eu não queria, foi sem querer…

Pois é não estou triste por o ter morto…

Estou triste porque não tive tempo de o beijar…




E se era ELE??!!




2008/09/29

Saudades das Férias

Ai que saudades das férias!

Não uma saudade de não trabalhar, mas sim uma vontade de viajar!
Uma saudade de mudar, mudar de lugar!

E enquanto não chega o momento de esgotar os 4 dias de férias, que ainda me restam deste ano, vou recordar mais um local onde já fui por duas vezes.

“Teatro-Museo-Salvador Dalí”
Desta vez (Agosto de 2008) foi no regresso a casa após a visita a Paris. Como chegamos mesmo em cima da hora foi só marcar no hotel President (que está todo decorado com obras alusivas ao Dalí), comer um “bocadillo”, porque estamos em cima da hora e não queremos perder a entrada que é limitada.



O “Teatro Museo – Dalí” a que apenas chamo museu Dalí, fica em Figueres a cerca de 100km de Barcelona e trata-se da maior obra surrealista do mundo. Tem expostas várias obras do Dali desde os seus primeiros ensaios até ao mais actual.
Mas a beleza deste museu reside no facto de estar concebido pelo próprio Dalí, não apenas como um local para expor as suas obras mas como um espaço/instalação com salas desenhadas para o efeito (ex. sala Mae West, Palácio do Vento, Quarto do Palácio do Vento).

Gosto de o visitar de noite. Durante o mês de Agosto o museu encontra-se aberto até à 1 da manhã. Gosto de estar no seu terraço a olhar as pessoas que degustam um copo de Cava (espécie de champanhe espanhol) enquanto vêem um filme sobre Dalí e as suas obras. É certo que há quem repita a “copa de cava” tantas vezes que já nem vai ver a sala de exposição de jóias, é que para se entrar nesta temos de passar numa espécie de túnel rolante.

Desta vez enquanto andávamos a apreciar alguns quadros, um dos “guias” do museu resolveu explicar-me as recentes alterações no museu. A última aquisição do museu, que havia 2 ou 3 obras que não pertenciam à colecção do Dalí, mas que estavam cedidas e blá, blá, blá. O rapaz falava e eu e a Li íamos respondendo no nosso espanhol tão perfeito que de tão entusiasmado que estava o rapaz nos seguiu por todas as salas daquele andar. Claro era o charme português em acção!
Como se trata de um lugar fascinante aconselho a que o visitem, de preferência de noite, a magia impera.

Como fui uma “linda menina” e vos dei a conhecer este museu, quando lá forem não se esqueçam de me trazer uma das jóias do Dalí de “recuerdo”.

2008/09/24

Identifique-se!!

Se há coisa que me irrita são os toques e as mensagens "anónimo" para o telemóvel.




Já não há paciência!


Não consigo perceber qual o interesse de me mandarem toques de madrugada, se ainda esperassem para eu atender…

E as mensagens do género “sabes quem eu sou?”, se soubesse não estarias a mandar-me mensagens, já te tinha dito duas coisas, ou quem sabe três!
Mas a minha “preferida” é sem duvida a “sou teu admirador secreto”, ora se és secreto fica lá quieto, calado, não vá eu descobrir e deixas de ser... secreto!


Isto deve ter sido praga…

Ando tão cansada e ainda tenho de aturar isto!

2008/09/22

Trapped!

Today i feel trapped...


2008/09/17

Solita e Su Messenger!


Eu sou uma adepta do “Messenger”, gosto de o ter por perto…

Com ele mantenho o contacto com amigos (e quiçá inimigos), mas hoje apetece-me fazer uma reclamação!!

A Solita, moça “muito à frente”, tem o msn no telelé, ora isto tem-me posto os “nervos em franja”!

Senão vejamos:

1º - A moçoila passa a vida a “cair”, ou melhor a ligação, o que me faz sempre lembrar que anda às compras no Shopping. É um entra e sai nas lojas… De vez em quando lá se vai demorando mais, deve estar interessada no produto!

2º - Perdemos a conversa, o que por vezes nos traz grandes gargalhadas, ou não…

3º - Não aparecem os “necos”, que eu gosto tanto! Beijinhos cheios de corações, o lol aos saltinhos, o eheh envergonhado, o… ups é melhor não continuar.

4º - Não tem foto… :(

Mas mesmo assim continua… Mais vale assim do que ausente! Mas se der... estabiliza-te!! ;)

2008/09/09

Basta!!



Hoje fiquei mesmo irritada(que estranho... nunca fico), só porque gosto de osgas sou "estranha"?


As osgas são uns bichinhos tão fofinhos, parece que lhes caiu um tijolo em cima e ficaram assim achatadas, além disso tem um olhar de parvas que me delicia...

Ok, também disse que gosto de conduzir, em dias de chuva, com velocidade e a ouvir Blues bem alto.

Pois... Acho que também disse que o café me acalma, a água do fastio faz-me azia, que oiço Metal para relaxar e Ópera para animar...
Ainda bem que não contei que... e...

2008/09/07

Shui... ils dorment


Château de Cheverny

2008/09/04

Breve resumo da viagem mais curta que fiz a um país

Setembro de 2005 (esta “viagem” está inserida na viagem às Capitais do Báltico, talvez fosse melhor ser chamada de "desvio")

Depois de almoço (estávamos em Tallinn – Estónia) “resolvemos” ir a Helsínquia de barco.

“Bora lá” quem não tem “Kroon” – coroas, teve de trocar, demorou um pouco e já estavam todos a “stressar” pois o barco largava em menos de uma hora e ainda era um pouco longe.

Lá conseguimos… Com o “Romans” (guia da viagem) sempre em passo ligeiro, logo seguido da Tia G. (a única que acompanhava a pedalada e que por sinal já tem mais de 80…) fomos em corrida “desenfreada” para o porto.

Lá chegados “descobrimos” que era necessário documento de identificação e alguns não tinham pelo que foram ao hotel buscar…

Acabaram os bilhetes nesta bilheteira, mas não faz mal vamos a outra. Entre compra só ida e depois troca para ida e volta, vai mais um tempinho e uma “embaralhada”, mas lá se conseguiu a tempo.

Corram, corram é aquele!




Já dentro do lindo “barquito”, pequena cidade flutuante, “descobriu-se” que a viagem afinal era bem mais longa pelo que em vez de uma hora em Helsínquia apenas se estaria… meia hora????? (incluindo viagem de táxi do porto para a cidade…).

É… afinal nós não tínhamos apanhado o barco expresso mas sim o cruzeiro…

Eu achei o máximo…

Durante a viagem fomos andando por vários locais do barco: Bar Karaoke(não sei onde foram “desenterrar” as músicas mas eram horríveis…), Bar Dançante(então aqui...), Restaurante, Cinema, Lojas e etc…

Ainda que por pouco tempo ainda deu para tirar uma fotos.

2008/07/11

Bilbau/Bilbao/Bilbo




Esta foi uma viagem inspirada nas que fazíamos quando crianças com os meus pais, sem nada planeado, com um destino fixo mas sem planos de rotas ou horários…

Fui “convidada” para visitar o Museu Guggenheim. Convite aceite (muito eu gosto de aceitar convites, ihih) mas com uma condição (minha claro…) vamos à aventura… e fomos!

Na ida e na vinda de Bilbao fomos fazendo desvios, León (mejillas e cerveza na Plaza, fotos na Casa de Botines, obra do Gaudí), PortAventura (quase perdi os óculos na montanha russa, fartei-me de rir, eu que nem queria ir porque tinha medo), Salou (que bela praia e…), Salamanca e etc………….

Sempre com muito riso e pouco siso, sorte no alojamento, as pessoas eram super simpáticas connosco contrariamente ao que as más línguas dizem dos espanhóis (ou será que ninguém resiste à nossa simpatia??) e muitas surpresas boas…

Bilbau (Bilbao em castelhano, Bilbo em basco) é a capital da província da Biscaia, no País Basco, Espanha, conhecida como "cidade do ferro".

As línguas que se falam são o castelhano e o euskera (até houve uns simpáticos que nos ensinaram algumas palavras).

Bilbau possui vários monumentos interessantes, entre eles vários museus.

O mais emblemático é o Museu Guggenheim projectado pelo arquitecto Frank Gehry.

Para mim nem necessita de ter exposições, vale por si só como uma obra de arte permanente.

Simplesmente ADOREI, aquela espécie de escama de peixe, os recortes, a forma como a luz natural entra no museu, a “Instalación para Bilbao” – Holzer (com menções em euskera, espanhol e inglês a temas universais como a intimidade, a decepção, a morte e a perda), a “Mamá” - Louise Bourgeois (uma aranha gigante em bronze, aço e mármore, que simboliza a maternidade), o “Puppy” - Jeff Koons (um cão de mais de doze metros de altura feito em aço, coberto de cera de 40.000 plantas naturais que são mudadas duas vezes por ano), a “Matéria del Tiempo” – Richard Serra (oito esculturas que formam uma espécie de serpente) "and so on, and so on"…

Por isto e por tudo aquilo que não posso aqui escrever (ficava um texto muito longo…) aconselho a que o visitem.

"Gero arte, zorionak"(até logo, felicidades)




Este texto é o 1º de alguns que escreverei sobre as viagens que vou fazendo.
Descanço/Desisto

2008/07/09

Despojos de uma viagem!
Pronta para partir ou acabada de chegar…